Cumprindo metas

Olá gente, quanto tempo! Hoje o post é bem bacana, pois eu sempre faço aqui minhas metas para o ano que se inicia. E cá estamos nós em abril já, e só agora consegui encaixar uma das minhas metas na minha conturbada vida. Finalmente li poesia (iuhuul). Essa é uma das metas de 2014, pois faz um certo tempo que não leio (acho que desde a faculdade). Então, lá estava eu olhando os e-books na Amazon e me deparo com um livro nacional e o melhor: POESIA. Na hora "comprei" (estava de graça). E aqui estou para falar sobre os poemas que estão nele.

Bom, não sou nenhuma especialista em poesias, tão pouco quero ser uma. Mas não gostei do título: Minhas mulheres dos outros.

Já me envolvi com mulheres de muitos tipos. Roubei filhas dos pais, roubei mulheres maravilhosas de homens medíocres, roubei mulheres à frente do seu tempo de homens conservadores. Mas também já perdi algumas... 

...Perdi mulheres imbecis para os idiotas, perdi mulheres falsas para os ingênuos, perdi as fáceis para os superficiais, perdi mulheres medíocres para os comuns. 
Por isso minhas mulheres são dos outros e as mulheres dos outros são minhas. São maravilhosas as Minhas Mulheres dos Outros. 

Fenômeno da poesia marginal, a primeira edição impressa esgotou em duas semanas. 

Poemas ácidos e irônicos sobre relacionamentos entre o poeta e as mulheres ao logo de sua vida. 
Relançamento revisado e apresentado pelo poeta Romulo Narducci.


Os poemas são um tanto melancólicos, daqueles que contém dor e amor. E muito, por que gosto de você? Por que amo? São poemas intensos, bonitos, mas que não me fizeram dizer: Oooh que lindo, ou que amor. Foi uma leitura morna.
O que mais me irritou foi alguns erros, não sei se foi proposital ou o quê (acredito que sim, afinal diz que foi revisado), mas quando lia ficava aiii (principalmente quando lia MAIS ao invés de MAS).

Achei interessante a escrita do ator, jovem e bem "amor de adolescente". Mas ainda ficou a desejar. Não tive nenhuma preferida.

Recomendo para aquele dia chuvoso e principalmente permitir a lindeza que é a poesia. Já baixei outros poemas e em breve volto para contar como está indo.

E vocês gostam de poesias?

8 comentários:

  1. As vezes sentimos necessidades estranhas né. Como ler um livro, se nem hábito temos, eu pelo menos sou dessa, rs.

    Beijokas e Boa semaninha Amiga!
    http://tudooqueelasgostam.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu nao gosto de poesias, nao consigo abstrair e entao consegui entender a obra ahahhaa
    Mas muito bom da sua parte trazer uma obra desse genero!

    Bejos,
    Carolina's Book Blog

    ResponderExcluir
  3. Está aí um tema que não tenho o hábito de ler...mas gostei do conteúdo..vlw a dica!
    Bj e fk c Deus.
    Nana
    http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Adoro poesias!!!

    :)
    Te indiquei para uma Tag lá no blog, se quiser, aparece:
    http://resenhasdalu.blogspot.com.br/

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Eu queria começar a ler poesias, acho que todos deveriam ler!!
    Achei tão forte esse poema, o tema é bem forte né? =)

    Amei seu blog.

    Beijos, Bá.

    http://cafecomlivrosblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Cada dia tem o seu segredo: delicioso, mágico.
    é isso que nos estimula a sonhar
    e a depositar nossas esperanças no amanhã,
    sabendo que, o hoje é uma fonte .
    Acredite no Tempo, na Amizade,
    na Sabedoria, e principalmente no Amor.
    Que Deus abençoe seu Domingo.
    Beijos no coração afagos na alma.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  7. OI Ane!

    Gostei da dica, eu adoro ler poemas.

    Beijos

    ResponderExcluir