Resenha: Canção no mar

Oi gente tudo bem com vocês?! Hoje quero compartilhar com vocês o que eu achei de canção do mar, a continuação do meu livro favorito de 2012 (e foi QUASE um ano depois que eu li esse livro, uooou).

Sinopse: Harper só quer uma vida segura e normal. Mas quando sua jovem irmã Gemma foge com um bando de garotas bonitas e perigosas, Penn, Thea, e Lexi, tudo muda. Jurando conseguir sua irmã de volta, Harper deve encarar perigos que jamais experimentou. Felizmente, ela tem Daniel do seu lado, um deslumbrante garoto que está ajudando em sua busca e é imune aos poderes sombrios das garotas. Enquanto Harper procura sua irmã, Gemma se esforça para se ajustar a sua nova vida. Seus poderes estão crescendo mais a cada dia, e quanto mais tempo vive com suas novas “irmãs”, mais difícil é resistir ao seu mágico mundo. É um reino tanto sombrio quanto bonito, onde ela é atormentada por uma estranha fome e necessidades indizíveis. Justo quando ela está afastando-se de sua antiga vida, Harper e Daniel a encontram… mas ninguém pode negar o quanto ela mudou. Tudo o que ela quer é voltar para sua família e seu mundo mortal, mas como ela poderá fazer isso quando ela se tornou algo totalmente diferente — e será que eles ainda a amarão quando descobrirem a verdade?

Eu não sei se eu tenho problemas, ou se o meu gosto é diferente ou o quê, mas eu esperava MUITO MAIS desse livro. Bom, como vocês sabem a maioria das pessoas não gostaram de Despertar, mas eu gostei muito a ponto de ele ser meu favorito do ano anterior. Talvez por isso, esse livro tenha me decepcionado um pouco. Ele é bom sim, mas não é nada do tipo Uoooou, ou What? Jura? Onn! Nada desses meus escândalos literários. Foi tipo normal, nada surpreendente ou demais sabe?!

O ponto positivo é que Canção do Mar começa exatamente onde foi terminado Despertar, não há nada de interrupções. A narrativa continua fluída, envolvente, mas um pouco enrolada. Sei lá, eu tive a sensação de estar sendo enrolada. Sabe quando não sabemos o que escrever, aqueles dias em que a criatividade só mandou lembrança e nem sinal dela?! Em determinadas partes senti isso. Muito blábláblá.

Outro ponto positivo, foi saber um pouco mais das sirenas, o que elas são, o que Thea e as outras sirenas andam aprontando e tudo mais. Adoro a personagem Gemma e sua coragem, principalmente em largar tudo pelo bem estar da sua família.

Gostei bastante do destaque que Harper (adooro esse nome) teve nesse livro, juntamente com Daniel e Alex. Aliás Daniel foi o personagem que mais me surpreendeu, foi um fofo mesmo.

E vocês devem estar se perguntando, mas Ane, alooou, você citou vários pontos positivos do livro e por que não gostou tanto assim como Despertar?! Exatamente por isso, acaba por aqui, não tem nada de extraordinário, ou demais sabe?! É uma daquelas leituras mornas, que não te dá muitas emoções, mas que mesmo assim vale a leitura, afinal os personagens tem o seu valor. E mesmo assim ainda quero e MUUITO saber a continuação de Gemma e as sirenas!

Leia e tire suas conclusões, mas não me venha com expectativas grandes como eu ok?!

BOAS LEITURAS!!

2 comentários:

  1. Ane, sabe o que eu acho? Tem livros que são tudo no primeiro volume e é isso, num segundo, na continuação a autora(o) se perde e acaba deixando a coisa toda igual. Fica meio muito do mesmo, se é que me entende.
    Eu ainda não li nada dessa série, mas se você curtiu o primeiro eu vou anotar na lista de compras.
    Ótima resenha, sincera e objetiva, adoro.
    Beijos querida.
    Vivi

    ResponderExcluir
  2. Oi Ane!
    Sabe que eu comprei o livro Despertar e depois de ler tantas resenhas negativas eu acabei não lendo. Fiquei curiosa agora para ler, já que vc gostou.
    Adoreii essa capa.

    Beijos*

    ResponderExcluir