P.s Eu te amo

Oi gente! Hoje quero compartilhar com vocês minha humilde opinião sobre este livro tão "popular".



Sinopse: Gerry e Holly eram namorados de infância e ficariam juntos para sempre, até que o inimaginável acontece e Gerry morre, deixando-a devastada.
Conforme seu aniversário de 30 anos se aproxima, Holly descobre um pacote de cartas nas quais Gerry, gentilmente, a guia em sua nova vida sem ele. Com ajuda de seus amigos e de sua família barulhenta e carinhosa, Holly consegue rir, chorar, cantar, dançar e ser mais corajosa do que nunca.

Minha opinião: Gostei do livro, mas está loooooonge de ser o meu preferido. Não sei se não estou num momento emotivo ou o quê, mas não me emocionei com o livro, não achei ele assim tão profundo como as pessoas falam. É uma história bacana, mas na minha opinião não foi TUUUUUUUUUUDO isso que falam. (Talvez as expectativas foram tão altas que eu achei um romance "normalzinho" com aquele toque dramático e com uma lição de vida). Podem jogar as pedras. 
Gerry tinha um tumor, por conta disso acabou falecendo. Holly fica desesperada, sem motivos para viver, até simplesmente levantar da cama parece uma tortura. Até que sua mãe avisa que ela tem um envelope que diz: "A lista" e é a partir daí que sua vida toma um novo rumo. E é exatamente essa parte que me deixou "boring". (Além do trabalho, eu fiquei meio sem vontade de continuar e leitura, por isso demorei taaaanto para ler esse livro). São dez cartas, uma para cada mês. E tudo o que Holly fazia era seguir o que estava escrito. Achei meio chato o começo, o quanto ela vivia para esperar essas cartas, para aí começar a viver sua vida sabe?! Tudo bem, ela amou demais ele, ela estava em luto ok?! Mas achei cansativo, tinha horas que a personagem me irritava pela sua falta de viver.
A partir da metade do livro começou a fica interessante, os amigos de Holly são extremamente bacanas, deram um sentido bem legal ao livro e a história. Denise e Sharon realmente nos mostrou o que é ser amigas, mesmo com acertos, egoísmos e erros estavam ali do lado dela. E é claro, não poderia deixar de citar Daniel (que coisa fofa esse homem)...
É uma história bacana, com momentos engraçados e marcantes. Vemos o sofrimento, os medos e a quase depressão de Holly. Eu continuei a leitura só pro causa de Daniel e para saber qual seria o final. Daniel conseguiu fazer com que eu não abandonasse a leitura, pois isso já tinha passado pela minha cabeça. Daniel disse o que eu queria dizer que as cartas de Gerry era como uma biblia tudo o que estava escrito ela seguia... Ele foi um personagem marcante, fazendo com que Holly ficasse menos triste (e chata).
O final foi bem legal. Achei bonito fiquei com aquela sensação que valeu a pena ter insistido na leitura. Além disso, a autora soube trabalhar muito bem os personagens para o fim da história. Não fiquei com aquela vontade de mudar o final, ou furiosa com a escritora. Gostei assim. 
Recomendo a leitura para quem gosta de um drama com um toque de romance. E lembre-se de não elevar suas expectativas sobre esse livro ok?!

P.s.: Não vi o filme, mas assim que assistir pretendo fazer uma resenha com os dois. Um passarinho já me contou que não tem muito a ver com o livro... Veremos!

9 comentários:

  1. Olá Anne!
    Jura que não se emocionou com esse li chorei livro?
    Eu chorei litros com essa história, adorei os personagens, o final também me agradou bastante!
    Já vi o filmes e ele não me emocionou muito como o livro me emocionou!

    Beijos,
    lovesbooksandcupcakes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Eu fiz a besteira de ver o filme, agora tenho que esperar ele sair um pouco da cabeça para poder ler o livro tranquila. Nunca faço isso, mas dessa vez não me segurei rsrsrs.
    Adorei a resenha, Anne. Mesmo não entrando para sua lista de preferidos, só o fato de saber que a autora soube trabalhar os personagens, já vale!!
    Lerei em breve!

    Beijos,
    Myris
    http://www.nacabeceiradacama.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Ane,
    Eu li o livro tem pouco tempo e amei. Mas assim como você não me emocionei. Eu, na verdade, em alguns momentos, chegava achar as cartas meio obsessivas. Parecia que a Holly não tinha vida além das cartas, como você ( e o Daniel) mesmo disseram, como se fosse uma espécie de Bíblia que ela seguia a risca.
    Eu dei bastante risadas, e gostei, mas não entrou na lista dos meus dez favoritos. Também quero ver o filme, até por ser diferente.
    Ótima Resenha.
    Beijos,
    Yasmin
    deitadosnagrama.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oie!

    Eu já assisti ao filme e tenho o livro e ainda não o li. Confesso que como chorei litros assistindo ao filme estou com receio de ler. Acho que não estou para um momento de livros emotivos.
    Gostei da sua resenha. Também já ouvi dizer que é diferente.

    Beijos*

    ResponderExcluir
  5. Não consigo ler esse livro, pois já vi o filme mil vezes!
    Quem sabe um dia?
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  6. Tenho uma história de amor e ódio com esse livro porque qd comecei a lê-lo preferi o filme mil vezes...rsrs
    Mas depois as coisas foram tomando uma forma diferente, passei a amar a escrita da autora em toda a sua forma impressa. O filme já tinha perdido o sabor e o livro ganhado minha paixão.
    Amei sua resenha, e ela expressa muto do que penso também sobre o livro.
    Beijão
    Vivi

    http://vivianeblood.blogspot.com.br/2013/09/resenha-crimbfuor-chegada-atrithar-mike.html

    ResponderExcluir
  7. O meu caso foi o contrário, só vi o filme e o livro ainda não li.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Eu já li o livro e assistir o filme e sinceramente, eu não achei nada parecido! E o livro também não me emocionou muito não.. Eu nem quis saber de ler o final, tava meio cansativo e emprestei para minha amiga que estava super a fim de ler e nunca mais o vi kk'
    E a propósito eu amei o seu blog, MEGA fofo : )
    Pode ter certeza que estou te seguindo! Beijinhos
    ;*** E se cuide ..

    theworldanny.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá, estou curiosa para ler este livro. Minha amiga me disse que tem muito romance para o gosto dela hahah, mas discordo!
    Gosto de um drama com um toque de romance.
    Beijos,
    Nati,
    http://nataliascholze.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir