Verão: Cenas de uma vida na província

Oi gente. Depois de muito tempo, consegui terminar o livro de Coetzee. Bom, é difícil expressar o que eu achei sobre o livro, pois eu tive que ler para a faculdade, então soube com antecedência algumas coisas que me fizeram desandar na leitura.

Sinopse:
Nesta obra de extrema originalidade, um jovem biógrafo inglês trabalha num livro sobre o falecido escritor Nobel de Literatura John Coetzee. O seu projeto é concentrar-se nos anos entre 1972 e 1977, época em que Coetzee, então na casa dos 30, compartilhava com o pai viúvo uma degradada casa rural nos arredores da Cidade do Cabo. Finalista do Booker Prize 2009.

O livro é uma autobiografia, no qual Coetzee (o autor) utiliza, diversos personagens para falar a seu respeito. O interessante é que as pessoas que são entrevistadas, geralmente só falam coisas negativas a seu respeito como: comentários da sua sexualidade e até complementando que ele é um assexuado, que não trabalha, não casou, enfim... Como eu tive que ler para a faculdade, eu fiquei tentando ler entrelinhas sabe?! Eu ficava, hmmm o que será que o autor quer dizer com isso? Será que isso realmente aconteceu? Alguns relatos no livro, realmente acontecerem, como o Apartheid, aliás o livro todo se passa na África em diversas localidades.
A autobiografia começa com alguns de seus rascunhos, no começo realmente não entendi muito bem, até pensei em desisti da leitura, mas prossegui. Então começa a entrevista com Júlia, depois Margot, Adriana (brasileira, no qual vale salientar que Coetzee acha o Brasil um país evoluído que não tem racismo, pobre ingenuidade) Martin e Sophie. Cada um desses personagens vai relatar sua visão de Coetzee, mas não se animem, pois são relatos diferentes, geralmente esses personagens falam coisas negativas. E a pergunta que fica, como ele faz uma autobiografia para falar mal de si mesmo? Ou realmente ele é um "babaca" ou realmente é um mestre na escrita, ou digo mais, tudo que está escrito é ficção, não é verdade.
Recomendo para quem gosta de biografias, pois esse livro é bem diferente de tudo que já li. Não consigo desenvolver mais, pois se começar a relatar vai ter muito spoiler.

4 comentários:

  1. PARABÉNS PELO BELO BLOG E PELO INCENTIVO A LEITURA E A LITERATURA. ABRAÇO CORDIAL..

    DEIXO AQUI O MEU BLOG E AGUARDO A SUA GENTIL VISITA...

    http://inkdesignerstampas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Vim agradecer a sua agradável visita em meu blog, espero por vc, sempre que puder aparece lá tá...

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Não gosto muito de biografias então não leria :(
    Um beijo
    http://sonhando-com-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Hey, garota!!! Tudo bem?
    Me diz, você gosta de séries, filminhos e livros meio drama, meio comédia?
    Pois imagine que legal tudo isso numa história só!
    Acompanhe meu blog, Next Exit , e divirta-se com a história de Layla, uma jovem de vinte e poucos anos totalmente perdida quanto ao seu futuro profissional.
    Posts com novos capítulos todas as quintas-feiras às 20h.
    Depois me diz se gostou!
    Beijos

    ResponderExcluir