Aprecio

Oi gente! Hoje quero mostrar o que eu aprecio aqui no Sul, mais especificamente, escritores. Na verdade, gosto mais de suas crônicas, acho muito interessante o modo como esses dois autores escrevem. Bom, um é o Juremir Machado, ele é bem conhecido, pelo menos na minha cidade. Escreve muito bem, principalmente relacionado ao cotidiano, fazendo algumas reflexões. Ele geralmente escreve para um jornal daqui, mas se vocês se interessarem tem o blog dele AQUIAlém disso, temos a queridiiissima Martha Medeiros, que escreve, também para um jornal daqui. Normalmente seus textos são mais "românticos", mais para o lado sentimental, de reflexão e de auto-ajuda ás vezes. 
P.s.: Procurei um site dela, mas não encontrei, caso alguém encontre mande para eu compartilhar com vocês. Para quem ficou interessado, tem vários textos, crônicas, frases dela na internet (google it). Ela até tem um blog, mas está muito abandonado, mas caso tenham interesse CLICA AQUI.
E para não ficar no blábláblá. Lá vai uma crônica do querido Juremir Machado:

Histórias da Feira do Livro

Postado por Juremir em 10 de novembro de 2011 - Literatura
Metido à besta, falei para todo mundo assim: meus livros podem ser encontrados em qualquer livraria e nos melhores estandes da Feira.
Comecei até a me irritar com a tradicional pergunta: “Onde encontro teus livros?”
Ficava com vontade de responder na bucha: “Nas padarias”.
Minha educação superior, padrão inglês  “falquejado” em Palomas, sempre me impediu de ser franco a esse ponto.
Quem sabe um dia…
Para evitar frustrações, andava pela Feira de cabeça baixa.
Para não ver se meus livros estavam de fato disponíveis.
Aí aconteceu o inevitável.
Um leitor me procura indignado.
Tentou comprou um livro meu.
Esteve em todos os estandes da Feira.
Não o encontrou.
Foi às grandes livrarias.
Não o encontrou.
Recomendaram que encomendasse.
Uma das mega pediu tempo para trazer um exemplar de São Paulo.
Não havendo jeito, aceitou.
Quem manda querer livro meu.
Vem três ou quatro de cada vez para não encalhar.
Vez ou outra, quatro malucos decidem comprá-los.
Aí falta.
Como se sabe, santo de caso não faz milagres e escritor caseiro não vira best-seller.

9 comentários:

  1. Ah que legal! Adorei a crônica! rs
    Não sou muito de ler essas coisas, mas achei ela bem legal! E tem muitos talentos a sua cidade!

    Beijos,

    Marcelle
    bestherapy.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Ai que bacana...
    Adoro quando vc posta coisas da sua região!!
    Morro de vontade de conhecer ai!

    Beijos
    http://plantaoonline.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi flor.
    Adorei.
    Eu já tinha ouvido falar no Juremir, fiquei super interessada em Mal dito, mas não acho em nenhuma livraria para comprar =\ rsrs
    A Martha Medeiros creio que todos conhecem rs
    Eu leio um texto aqui e ali, mas nunca li nenhum livro dela.
    Agora já sei o que vou me dar de natal. Sempre amei crônicas, não sei como ainda não tenho nenhum livro deles rsrs
    Beijinhos
    http://fulanaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Nossa!
    Que legal o post!
    Faça mais desses!
    Beijinhos
    Rízia - Livroterapias
    http://livroterapias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. A Martha Medeiros eu conheço de textos, conheço também o Fabrício Carpinejar que é daí, mas o Juremir ainda não. Aproveitarei o link para o blog e irei conhecer sua escrita. Outra coisa: sou louco por feiras literárias! ‘º~º Ane, a propósito, por acaso, quer ver uma situação moral delicada na vida?>>> O http://jefhcardoso.blogspot.com anseia por um comentário de sua parte. Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Haha, adorei a crônica! Tem um tom sarcástico, mas divertido!

    Adorei seu blog. Seguindo aqui, se quiser conhecer meu blog e retribuir, fique a vontade. Desde já, agradeço! =]

    ~Glaucia

    http://www.leitorait.com

    ResponderExcluir
  7. Oooo que cronica mais bacana ahaha
    Gostei da postagem! Acredita que nunca li nada da Martha Medeiros? Pelo menos não to lembrada rsrsrs

    Bjokas
    Flavia - Livros e Chocolate

    ResponderExcluir
  8. Oi Ane, tudo bem?
    Adorei a Crônica, muito divertida, e o mais engraçado que isso acontece. Tinha uma professora minha de literatura que era apaixonada por esses dois que você citou, e agora entendo um pouco mais o motivo. São incríveis mesmo.
    Abraços,
    Amanda Almeida

    ResponderExcluir
  9. Gostei das suas dicas, é sempre bom conhecer novos autores né e principalmenet brasileiros. As pessoas esquecem que existem ons escritores no Brasil, só porque nossos textos não tem novo em ingles .-. Tava com saudade dos seus posts menina :)
    bjs
    naquelemomentoeujuro.blogspot.com

    ResponderExcluir