Young sua danadinha

Oi gente! Hoje quero trazer para vocês um livro que Me surpreendeu.... Pois é se tem um livro que me surpreendeu, foi esse... Fernanda Young sambo na minha cara dizendo que ela realmente pode ser considerada escritora (nada contra ela, mas sempre achei que ela gostava de ser apresentadora e de se aparecer um pouco, Oii Playboy).
Título: Aritmética
Autora: Fernanda Yougn
Editora:  Ediouro
ISBN: 8500015160
Páginas: 398


Sinopse: A geometria dos triângulos amorosos. O frio calculismo das traições. A matemática do sexo, com seus problemas sem solução.A diminuição de um sentimento, a soma de dois desejos. A divisão de um coração, a multiplicação das culpas. A paixão elevada à última potência. A raiz quadrada do ódio, o fracionamento das emoções. O impar que há nos pares e o paradoxo do amor infinito. Essa é a difícil matéria que cai em Aritmética, novo e arrebatador romance de Fernanda Young. Leia e descubra que existe um denominador comum entre você e todas as pessoas do mundo.


O livro tem um toque engraçado, pornográfico e alguns Muitos palavrões, mas isso deixa a obra com um "quê" de originalidade. Bom a historia gira em torno de triângulos amorosos, além é claro da culpa, da emoção enfim, vários sentimentos num só livro. Um pequeno trecho e BOA LEITURA =D "Não posso mais roer os nervos enquanto as horas passam e você não aparece. Preciso me poupar. Não pretendo mais sofrer, depois, quando você sumir de vez. Sofrer por amor é pura vaidade. Vou olhar para retratos meus e, de novo, sentirei orgulho de mim. Fotos minhas antes de você. Quando eu ainda não tinha provado desse seu veneno vicioso. Da saliva que se fez heroína. Do cheiro que se fez lança-perfume. Deveria ter uma tabela antipaixão como as que fizeram para os tabagistas. Marcaríamos um xis nas vezes em que pensássemos no outro. Assumindo assim nossa fraqueza."

 São vários personagens que integram a obra, deixando ainda mais interessante, cada um com sua história e seu romance (ou seria triângulo amoroso né?!). Tudo começa com João Dias, um escritor já reconhecido que não suporta, detalhando ao longo da obra, a família. Logo, conhecemos América a amante de João Dias. Ao embarcar na leitura, nos deparamos com outros personagens que coincidência OU NÃO são todos parentes de João e América, que acabam se envolvendo também. Muita traição, romantismo, decepção e muito romance é o que temos nesse livro.

2 comentários:

  1. Ainda não li esse livro. Da Young só li O Pau e achei muito bom
    :)
    Esse ainda quero ler um dia

    Bjokas

    Flavia - Livros e Chocolate

    ResponderExcluir
  2. Esse eu ainda não li....

    Não vai te arrepender é beeem bom :D

    ResponderExcluir